O Coelho e o susto

No último domingo, aproveitando que o sol resolveu nos contemplar com uma amostra grátis de calor, fui à praia de Ipanema com os amigos e não resisti: entre um mergulho e outro, acabei tomando uma rasteira de Iemanjá. Com os braços doloridos e trêmulos, não conseguia riscar uma linha reta no papel. Mas com um pouco de paciência e concentração, o coelhinho aí de cima acabou nascendo e já respiro aliviado. Agora é respeitar as plaquinhas e seguir os conselhos de quem fica na areia: “Não vai pro fundo, menino!!”

Anúncios

Publicado em 19/10/2010, em @Rabiscografia, Esferográficos, Ilustração. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: