Arquivo da categoria: Inspiração

Pixar: um universo interligado?

pixar-logoQue as produções da Pixar revolucionaram o conceito de animação, não há dúvidas. Seus personagens tornam-se clássicos instantâneos, e cada estreia é aguardada com ansiedade pelos cinéfilos mais aficionados. Mas… e se todas essas histórias estiverem interligadas, desde “Toy Story” e “Vida de inseto”?

Jon Negroni publicou em seu blog, The New Professional, uma instigante linha cronológica que explica como cada um desses filmes pode estar inserido em um mesmo universo.  A matéria está em inglês, e olha… vale a leitura. A vontade é de assistir todos novamente, na sequencia que ele descreve, para perceber esses pequenos detalhes que só realçam ainda mais toda a magia.

O link? É só clicar aqui!

Anúncios

Eduardo Francisco

“O desafio constante de se manter sem desistir, não é brincadeira. É mais fácil desistir. 
Continuar, perseverar, custa. O grande perigo é quando a gente não percebe que esta desistindo. 

Eu sou um empreendedor nato. Gosto de trabalhar, de produzir, eu tenho um processo criativo muito grande dentro de mim, tanto que passo noites sem dormir imaginando o que eu poderia fazer. So que a gente precisa estar, presente, em tudo aquilo que fazemos… E não fazer da nossa ação um esconderijo para o teu ser. As vezes, a gente vai fazendo escolhas, julgando de um jeito que não percebe o que esta perdendo e quando se da conta, o deficit é muito grande. 

E se pergunta – O que eu fiz da vida? Porque tratei aquela pessoa daquele jeito? Porque não fui mais próximo? Porque não trabalhei menos, ou porque não trabalhei mais? Porque não me dediquei mais a mim e meus projetos? Porque não fui capaz de me amar um pouco mais? E assim, consequentemente, eu ter condições de amar um pouco melhor os que estavam ao meu redor. Porque que eu não tive disposição de lidar com aquele defeito que agora esta pior do que naquele tempo? Porque não tive coragem de ser verdadeiro comigo e as pessoas ao meu redor, e não encarei de frente os meus limites, em frente a um espelho? Mas cedo ou mais tarde, vamos nos fazer esta cobrança. 

Então, questione a você mesmo, neste momento, se esta fazendo a escolha certa. Se você esta julgando do jeito certo. Pra que você não se sabote. Muitas vezes este processo é inconsciente, a pessoa se destrói sem saber que esta fazendo isso. As escolhas que fazemos danifica o nosso futuro para o resto da vida. Quantas vezes nos sabotamos com sentimentos ruins. Amargurando porque não alcançou um objetivo. Porque uma pessoa não te ame ou porque não tem a mesma consideração por você. Mesmo assim, você não pode deixar de querer que sua vida de certo. 

Você pode se convencer a não querer se destruir. A voltar a acreditar. Que ainda existem coisas boas reservadas pra você. Que pode voltar a se amar. Que pode jogar todo este lixo que tem alimentado dentro do seu coração, pra fora. 

Respire fundo. 

Esta solidão só é quebrada quando a gente sai em direção de alguem que realmente possa nos ajudar. 

Procure alguem perto. Não se iluda com quem esta distante. Com ninguém feito de pixels. Que tudo o que tem a oferecer são frases decoradas. 

A gente tem a doce ilusão de que nós queremos ser amigo do outro, mas na verdade, muita gente se aproxima de você não é por querer ser teu amigo não, mas porque querem lhe ter na mão, como troféu. Não se ponha nesta condição de estúpido. Procure alguem que demonstre com atitudes, o que sente por você.

Vá em busca de gente que tenha disposição de participar da sua historia de um jeito efetivo. 

Vá em busca de alguém que possa te ajudar, a fazer por si, o que sozinho você não pode.”

Este belíssimo texto foi publicado por Eduardo Francisco, em sua página no Facebook.

Não perca o referencial do que é importante para você.”